Com os vizinhos

Com os vizinhos

A igreja está cheia ao domingo. De repente, é uma multidão de gente que não se conhece. E somos “irmãos”.
E depois há aqueles que têm “alergia” à igreja e aos padres. Por isso, não se aproximam de Jesus.

No dia 18 de dezembro, cerca de 50 pessoas aceitaram o desafio de fazer da “grande e poderosa igreja” uma “igreja pequena e humilde”.
A partir de agora, todas as semanas, em várias casas familiares, vão reunir-se 6 a 12 pessoas para falar sobre a fé, sobre as dificuldades da vida, sobre as vitórias e a esperança, e sobre a relação com Jesus. Nestes espaços, irão ganhar força para continuarem a trabalhar no mundo.

Podem fazer parte destes grupos os crentes convencidos da sua fé, os crentes que se afastaram da fé ou da Igreja e até mesmo pessoas não crentes, mas que têm certa admiração por Jesus.
Estes grupos têm as portas abertas a toda a gente: aos simples e aos ignorantes, aos que estão perdidos e aos que vivem sem esperança, aos sábios e inteligentes, aos doutores da teologia e aos não crentes. Afinal, Jesus é para todos!

Mais informações aqui.

Escrever um Comentário

O teu endereço de email não será publicado.