Game Plan

Os cinco sistemas da Igreja

Tal como o corpo humano tem vários sistemas que trabalham em conjunto, a Igreja tem cinco sistemas: oração, evangelização, discipulado, Comunidade e ministério. Todos funcionam em conjunto e são necessários para a existência de uma Paróquia saudável.

A oração é o diálogo com Deus, especialmente na Eucaristia.

A evangelização é a proclamação do kerigma: o amor de Deus é revelado em Jesus, e a salvação vem pela sua cruz e ressurreição. A evangelização leva as pessoas a um encontro com Jesus, ao discipulado e aos sacramentos.

O discipulado é um caminho de toda a vida, de crescimento, amadurecimento e aprendizagem. Inclui a catequese, mas não pode ser reduzido a isso.

A Comunidade é a koinonia, vida em comum. Queremos uma Comunidade com sentido, onde as pessoas se conhecem e são amadas, conhecidas pelo nome e se apoiam no caminho para a santidade. Podem ser convívios, mas não pode ser reduzido a isso.

O ministério é o serviço aos outros. É o serviço dentro da Igreja, mas também fora, nas periferias.

Uma Igreja saudável, é uma Igreja que tem os sistemas em pleno funcionamento. É uma Igreja que dá discípulos-missionários ao mundo. Discípulos com características inconfundíveis: participação na oração comunitária, vida de oração pessoal, leitura regular da Sagrada Escritura, participação em grupos pequenos, presença em cursos de formação cristã, serviço na Igreja e na comunidade local, generosidade financeira, coloca Jesus no centro da sua vida e das suas decisões, partilha a fé com os outros, etc.

Processo de fazer discípulos-missionários segundo o Papa

O Cardeal Jorge Bergoglio, agora Papa Francisco, apresentou cinco aspetos fundamentais no processo de formação dos discípulos-missionários no Documento de Aparecida (secção 6.2.1).

O encontro com Jesus. Por isso, o kerigma é muito importante.

A conversão. É isso que leva a vida a uma transformação e a uma decisão de seguir Jesus como Senhor. Os sacramentos do batismo e reconciliação são importantes e ajudam.

O discipulado. O crente amadurece constantemente no conhecimento, amor e seguimento de Jesus. A catequese e os sacramentos são importantes e ajudam.

A comunhão. Não existe cristianismo sem Comunidade, onde os discípulos se encorajam, apoiam e crescem.

A missão. O discípulo-missionário quer que outros conheçam Jesus e fala dEle aos outros, com alegria e amor. E leva-os a conhecer Jesus.

Processo de fazer discípulos-missionários na nossa Paróquia

Na Evangelii Gaudium, o Papa afirma que sonha com uma opção missionária capaz de transformar tudo. Deseja que os costumes, os estilos, os horários, a linguagem e toda a estrutura eclesial se torne um canal proporcionado mais à evangelização do mundo atual que à auto preservação.

Infelizmente, a mudança não ocorre acidentalmente ou porque o Papa diz que é preciso acontecer. Se queremos mover a Paróquia da manutenção para a Missão, temos de ser intencionais no que fazemos e no que dizemos. O provérbio “se queres chegar onde nunca chegaste, tens de fazer o que nunca fizeste” aplica-se agora, na nossa realidade paroquial.

Mas fazer o que nunca se fez não pode ser algo aleatório. Um caminho deliberado, intencional e com foco é que dará fruto. Chamamos a este caminho de “Game Plan” ou “Plano de Jogo”.

Numa tentativa de renovar a Paróquia e fazer discípulos-missionários, o nosso convite é que todos os paroquianos entrem no “Plano de Jogo”. Acreditamos que este processo ajudará a crescer nos vários sistemas da Igreja, nos valores da nossa Paróquia, a tornar realidade a Visão e a revitalizar a Igreja, sob o poder do Espírito Santo. A grande esperança é que cada pessoa tenha um encontro transformador com Jesus e que “a Paróquia esteja realmente em contato com as famílias e com a vida do povo, e não se torne uma estrutura complicada, separada das pessoas, nem um grupo de eleitos que olham para si mesmos; que volte a ser uma Comunidade de Comunidades, santuário onde os sedentos vão beber para continuarem a caminhar, e centro de constante envio missionário” (Papa Francisco).

O “Plano de Jogo” surgiu após muita oração, reflexão, estudo, experiência, partilha. Tem em conta a Visão da Paróquia, os Valores, os 5 sistemas da Igreja e diversos documentos da Igreja, como a Evangelii Gaudium e o Documento de Aparecida.

Que o estilo de vida do discípulo-missionário seja adotado por todos nós, com o apoio do “Game Plan”.

o Game Plan estará aqui após a sua aprovação pelo Conselho de Pastoral Paroquial e apresentação à Paróquia, antes do final de 2019